Conde de Alva (Demo Original)

Quando olho pra ti

Não te estou a julgar

Só tento ser um profissional
Quando falas toda a gente te lê

Vou escrever o que dizes pra não me esquecerSe falas devagar tomas-me por ninguém

Se falas depressa de mais julgas que sou alguém

Não queiras enganar o caminho do trem

Medo ninguém assume mas toda a gente tem

Se fores capaz

É fácil

Tão triste a cortar esta meta

Se fores capaz

É fácil

Jamais serás o bombo da festaQuando olho pra ti

Não te еstou a julgar

Só tento ser um profissionalCamisa passada consigo ver

Quе só há prémio pra quem tentarSe tenho 10 ou 20, trinta, já não sei

Se tenho agora um dia hás de ter também

Não vou perguntar algo, eu já quebrei a lei

Mas não me ensines nada, eu sei que mentes bem

Se fores capaz

É fácil

Tão triste a cortar esta meta

Se fores capaz

É fácil

Jamais serás o bombo da festa